Acadêmico da Unemat cria projeto de doações para as vítimas da tragédia em Mariana

O acadêmico Marcos Augusto Santos Silva, do curso de Jornalismo, campus de Alto Araguaia, da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), criou o projeto ‘Natal sem lama’ com a proposta de levar alegria e esperança para as vítimas do desastre ocorrido em Mariana-MG no dia 5 de novembro deste ano. A ideia surtiu tanto efeito que o projeto mobilizou a todos no campus e moradores de Alto Araguaia-MT e “choveu” doações. O problema agora é como fazê-las chegar ao destino.
A ideia de tentar ajudar, de alguma forma, aquelas pessoas, fez surgir o Natal sem Lama, uma campanha para arrecadar brinquedos e água para as vítimas do desastre. “Muitos me perguntaram o porquê dos brinquedos, isso foi muito fácil de responder, informei natal_sem_lamaque o natal está se aproximando e sabemos que a maioria dessas crianças ficaria sem receber presente, por isso pedi o brinquedo para simbolizar o início de uma nova esperança”, explicou Marcos Silva.
A quantidade de doações que chegam aos dois pontos de coleta: Unemat/Alto Araguaia e Igreja Matriz surpreendeu o idealizador do Natal sem Lama, que a princípio tinha a preocupação de conseguir as doações e que hoje não tem recursos para fazer os brinquedos e a água arrecadada chegarem às vítimas do desastre. “A passagem do ônibus está fora do meu orçamento e, até o momento, não conseguimos nenhum patrocinador para despachar as arrecadações”, alega o acadêmico que tem 21 anos de idade e é natural do Estado do Rio de Janeiro.
Contatos
Whatsapp (021) 97400.9383 / Telefone (066) 9716.3064 / Fanpage www.facebook.com/marcosaugustojornalista
Tragédia em Mariana – mais de 30 milhões de m³ de lama e de rejeitos de mineração foram despejados pela barragem do Fundão que rompeu no dia 5 de novembro, afetando vários distritos, 35 cidades em Minas Gerais e no Espírito Santo, além de contaminar o Rio Doce. Até o momento a tragédia tem 15 mortes confirmadas e quatro pessoas desaparecidas.

por Hemilia Maia – inicialmente publicado em Unemat.

Publicado também em Portal do Estado e no blog da disciplina Comunicação e Cibercultura do Curso de Jornalismo/Unemat.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s